Coisas para pedir para o adolescente natal

Mas observe se o seu adolescente é do tipo que gosta de ler. 2. Bichos de pelúcia. São uma ótima ideia. A maioria das meninas gosta desse mimo. Observe as preferências e tente conciliar com a escolha da pelúcia. 3. Também para as meninas, maquiagem. É uma boa opção. Observe o que ela usa ou o que gostaria e agrade com uma boa opção. Natal. 30 ideias de presentes para oferecer a adolescentes Dissemos há um ano e repetimos convictamente: há vida para além dos telemóveis, videojogos e envelopes com dinheiro quando se trata ... Para decorar a mesa ou o cantinho de estudos em casa, o adolescente vai gostar de ganhar um porta-canetas diferente e criativo, como esse da foto abaixo. Procure algo que tenha a cara da pessoa e ela certamente irá amar o presente, por mais simples que seja. Viagem para o destino dos sonhos; Uma viajem é sempre um bom presente, se for para aquele lugar com o qual ele (a) sempre sonhou ainda melhor. Para fazer a surpresa, você pode dar uma mala de viagem com algumas coisas que ele irá precisar levar para lá e, claro, com a passagem aérea. 14 presentes de Natal para surpreender o seu pré-adolescente. Por Daniela Tófoli. 12/12/2018 09:15. Presentear um pré-adolescente é um desafio. Surpreendê-lo, ainda mais! Naquela fase que ainda quer brinquedo, mas não qualquer brinquedo, e que já sonha com acessórios de moda e beleza, além dos gadgets, fica mais difícil acertar. Desde colunas portáteis a headphones, passando por livros, produtos de cosmética, roupa ou uns ténis novos, há muito por onde escolher. E caso não conheça muito bem os gostos do adolescente, um bom truque é perguntar aos pais ou a pessoas próximas como o jovem costuma ocupar o seu tempo livre. Percorra a galeria de imagens acima e veja as 25 sugestões de presentes para adolescentes. Ao comprar os presentes de Natal, você pode ter dificuldade em escolher o que dar para crianças de 11 a 15 anos. No entanto, existem soluções fáceis e rápidas que ajudarão a dar o presente perfeito para um adolescente ou pré-adolescente. Para os pais e avós sempre fica a dúvida: O que dar de presente para um adolescente? Fugindo daquele tradicional par de meias que muitas vovós insistem em dar no natal, nós preparamos uma lista com os 10 presentes mais apreciados por adolescentes. Confira: Para as meninas: 1 - Blusa ou acessórios como brincos, relógio e colares. 2 - Agendas Adolescentes são difíceis de agradar. Eles não gostam de brinquedos, mas também não se atraem por coisas consideradas “de adultos”. Com o Natal chegando, começamos a pensar nas opções de presentes para quem está nessa fase da vida. A tarefa não foi nada fácil, mas conseguimos fazer uma lista com o intuito de facilitar a sua vida. Mais uma vez, estamos aqui trazendo produtos realmente criativos para você dar os melhores presentes, porque acreditamos que este é o Natal para sair do usual. Chega de dar aquelas mesmas coisas; seja na festa do escritório, no amigo secreto ou na comemoração da família. Seja criativo!

Sou babaca por querer seguir a minha vida?

2020.07.03 17:31 claudias05 Sou babaca por querer seguir a minha vida?

Oiii turma. Espero que esteja tudo bem com vocês. Desde já lamento pelo texto enorme xD. Eu mandei para o pare de mímimi a pedir ajuda á Gabbie a minha história, mas também quero a vossa opinião.
Bem, para começar com um pouco de contexto, a minha mãe ficou grávida de mim quando tinha 18 anos e o meu pai tinha 19. Isto é muito importante!
Sempre me explicaram que eu nasci por acidente, e eu nunca levei isso a mal, pelo contrário eu brincava com a situação a dizer que sou um acidente feliz.
Como os meus pais foram pais novos, eu tenho os meus avós todos vivos e os meus bisavós também, e sempre fomos uma "família feliz e unida" (depois percebes a razão das aspas).
Até aos meus 12 anos de idade a minha família era o meu apoio, eu sempre sufri bullying na escola (o bullying durou até aos meus 16 anos)e a minha família era tudo para mim, mas aos 12 os meus pais separaram se e o meu mundo caiu.
O problema não foi a separação dos meus pais, eu desde sempre que digo "prefiro vê los bem e separados, do que juntos e mal". O problema foi que graças á separação deles eu descobri que eu vivi uma ilusão a minha vida toda.
Eu sempre fui um pouco mais madura e um pouco mais inteligente do que o normal, e os meus pais aproveitavam isso, "ah C, tens que perceber que isto e isto não pode, os pais não podem" entre outras coisas. E devido a uma parte da família me ver como a razão da vida dos meus pais terem sido arruinadas, eu, para além de gostar imenso de me esforçar por mim mesma, sempre me esforcei duas vezes mais nas coisas para os agradar e fazer por merecer um lugar na família e o amor deles.
Eles começaram me a ver como a "salvação" e a menina deles e começei a ter muita pressão em cima. Quando os meus pais se separaram, eu virei a adulta da família, os meus pais, e os meus avós (tanto os paternos como os maternos) tem todos depressão, e na altura que os meus pais se separaram o meu irmão mais novo tinha 6 anos era muito pequeno, então eu é que fui o suporte da família. Apesar disso, quando eles estavam mal eu era o apoio, quando ficavam melhor eu já era só uma cachopa que não sabia nada da vida.
Conforme o tempo foi passando eu descobri que afinal aquela "família feliz" era uma mentira, eles fingiam isso tudo a minha frente para não me afetar, quando na verdade a família era cheio de problemas, de vinganças, problemas de heranças e intrigas e entre outras coisas.
Eu e o meu irmão ficamos com a minha mãe e íamos ver o meu país aos fins de semana, e com o passar do tempo o meu pai começou a mudar o comportamento dele.
Começou a manipular me, e a tornar se abusivo (nunca me bateu, porque apesar de todos os problemas eu continava a ser a menina, e ele só fazia as chantagens emocionais e os jogos mentais).
Os problemas começaram a aumentar com o tempo, a minha mãe com a depressão dela começou a prender me ainda mais (eles sempre foram muito protetores por serem pais jovens e nunca me deixaram fazer nada), não podia fazer nada, não podia ir ter com os meus colegas, nada.
E o meu pai começou a piorar os comportamentos dele.
Em relação ao meu pai chegamos mesmo a ter a polícia envolvida, aos meus 17 anos a polícia chegou a aconcelhar,fazer mos queixa porque o que ele fazia comigo, com a minha mãe e com o meu irmão era violência doméstica emocional e psicólogica (por isso é que não digo as coisas que ele fez para não dar gatilho em ninguém que esteja a ler).
Nesse mesmo ano fui a tribunal testemunhar sem advogados nenhuns contra o meu pai. Eu fui lá dei o meu testemunho e disse "eu não quero que ele vá preso, eu quero que o ajudem e que o acompanhem, porque eu sei que ele tem depressão e ele não tem de ser preso só precisa de ajuda". Resumindo a situação do tribunal eu pus a juíza a chorar em pleno julgamento, os advogados não sabiam mais o que dizer, o meu pai graças ao meu testemunho ia ser punido e acompanhado, mas a minha mãe desistiu da queixa.
Depois disso eu deixei de ir ter com ele, já que não resolviam o assunto eu ia dar prioridade a mim mesma e a minha saúde mental (graças a tudo o que ele fez a minha média escolar desceu 6 valores e mesmo assim consegui acabar esse ano como se tivesse descido apenas 0,2 valores, mesmo com tudo a acontecer). Eu não podia deixar estas coisas afetarem o meu futuro.
Devido a esses 0,2 valores, eu perdi direito a bolsa de mérito devido as boas notas. (isto vai importar mais a frente).
Quando deixei de ir, o meu irmão ia na mesma, e o meu pai usava o meu irmão para me fazer inveja e a vida num inferno. Ele dizia me vezes e vezes em conta que não havia razões para não ir porque ele na fazia nada, e comprava o meu irmão para ele lhe dar razão.
Em casa a minha mãe dizia "estas a ver o que estás a fazer ao teu pai? Já viste o que estás a fazer aos teus avós também, quanto eles estão todos a sofrer" ela dizia isso sempre que nos falávamos do meu pai. Farta da ouvir decidi ir ter com ele para exprimentar e o meu pai começou logo com problemas outra vez e com as coisas dele, e eu tentava sempre resolver e ele fazia se de vítima e culpava me a mim.
Falei com os meus avós para o tentarmos ajudar a ultrapassar a depressão dele, e disseram que era só eu deixar de mentir que a depressão dele passava (ou seja eu era a culpada da depressão dele, quando ele sempre a teve).
Em relação ao meu pai eu apenas ignorei o assunto vou ter com ele apenas em festas de anos ou assim e pouco tempo para ele não poder manipular e para a minha mãe não me chatear (apesar de que ela diz sempre "vez tinha razão" quando é mentira porque eu quando vou para lá eu tenho de por uma máscara e agradar lhes em tudo, e sinto me horrível sempre que vou e estou la).
O problema aserio foi agora á um tempo. Eu fiz os 18 em maio, e desde o início de 2020 que a minha mãe anda me a prender mais e sempre a mandar a baixo a dizer que não estou pronta para gerir uma casa sozinha porque sou desorganizada e coisas assim (quando é mentira, eu adoro organizar as minhas coisas, eu apenas o faço de maneira diferente dela). Ela até diz a minha avó (mãe dela) coisas que eu não faço bem, imagina eu faço 5 coisas 4 bem e uma mal, e ela conta a mal a minha avó e diz "opah vez, já eu não era nada assim contigo, agora a c fogo". Até na minha cara ela faz isso.
A depressão dela tem piorado e ela está quase no mesmo ponto que ficou quando os meus pais se separaram, (ela ficou de cama 3 meses e eu com 12 anos na altura é que a levantei da cama).
Ela tem andado pior e descarrega em mim. Eu é que tenho feito as coisas em casa, e depois de 6 anos a aturar estes problemas e a resolver tudo e a compreender tudo, e de sofrer imenso mas sempre a compreender que eles tinham problemas e a depressão, eu decidi ter uma conversa com a minha mãe.
Eu deixei de lhe contar o que sentia depois dos 13 anos, porque ela deixou de me apoiar, dizia que era normal, que iria piorar com o tempo, para eu ignorar, que ela não podia porque estava cansada, que os problemas dela agora eram maiores. Mas no fim de cada coisa desta que ela dizia, ela dizia sempre "mas compreendes não é c?"
Eu decidi que tinha que ser sincera com ela, e tentei faze ló durante muito tempo, mas eu não andava bem e não iria ter capacidade de compreender o ponto dela, ou ela andava mal. Ou até ela dizia que não tinha tempo para essas coisas. Uma vez eu tentei pedir lhe ajuda por causa do bullying e ela disse "ignora que isso passa" (durou 10 anos seguidos e até hoje tenho alguns problemas devido a isso.)
Na quarentena ela começou a ficar muito sufocante (eu não saio de casa há literalmente 110 dias). E eu decidi falar com ela e dizer:
"nos sempre falávamos e tu perguntava se eu compreendia, e eu compreendia, mas isso não significa que eu não sentisse as coisas. E quando eu dizia que compreendia tu começas logo "entao pronto escusas de estar com essas trombas, fogo C". A única coisa que quero mãe e que compreendas tu agora que não é por eu perceber as vossas coisas que eu não sinto as coisas e tenho direito de não estar bem também."
A minha mãe foi se super abaixo, ela sempre se apoiou imenso em mim, eu sempre fui mais concelheira dela ou apoio do que uma relação de mãe e filha, principalmente depois da separação deles. Quando eu lhe contei isto em vez de se focar no assunto começou a falar de como a vida dela foi complicada e por isso ela não tem a cabeça bem, e que era uma mãe horrível, mas que apesar de tudo o que passou tentou o melhor. Ela voltou a fazer o que fazia sempre que eu tentava falar com ela, focou se nela e nos problemas dela.
Eu falei por exemplo da situação do tribunal e disse:
"Eu compreendo que tu não queiras sentir que eras a razão pela qual o pai foi para a prisão, mas eu e o J(o meu irmão) já te tínhamos dito que não era a culpa tua, e depois de tudo eu senti me traída por teres tirado a queixa e ainda teres começado a defende ló a dizer que eu é que o andava a magoar". Ela simplesmente disse que eu tinha de compreender que ele foi uma grande parte da vida dela e que aquilo tudo de magoava, e eu só disse "sim eu compreendo te, ele é meu pai lembras te. Só te peço que percebas que também tenho direito a sentir me mal". E ela virou a história toda para ela e a fazer se de vítima e a valorizar mais o que ela estava a sofrer por tudo.
E agora vem o grande ponto, nessa conversa ela disse "eu vou te contar algo que só eu e o teu pai sabemos, tu não foste um acidente, eu e ele decidimos ter te de propósito para fugirmos de casa".
Quando ela me disse isso caiu me tudo, e tudo começou a fazer sentido. Eu tenho falado com o meu tio (irmão dela, eu e ele somos muito parecidos e os únicos racionais e imparciais nesta família) e já falei com a psicóloga do meu irmão/minha que tem acompanhado o meu irmão e a minha mãe, e cheguei a muitas conclusões.
Eu fui só uma desculpa para fugir de casa, eles tiveram me como desculpa para sair e passado um ano não conseguiram e tiveram de voltar para a casa dos meus avós. Na minha vida toda já mudei de casa 10 vezes porque eles nunca queriam viver com os meus avós mas nunca conseguiam gerir o dinheiro.
A minha família sempre me viu como um erro, e fui culpada por tudo e mais alguma coisa. Mas cada vez que eles queriam trocar de casa eu tinha que compreender e shiu.
Eu cheguei a conclusão que eu passei a minha vida toda a viver a vida deles. Sempre compreendi as coisas deles, sempre ajudei os apoiei e nunca me deixaram fazer nada.
Um exemplo, eu faço imensas coisas e quando alguém vem a minha mãe gaba se que a filha tem boas notas, tem imensos hobbies, muitos projetos, é boa a desenhar a cantar e por aí fora. Mas quando eu quero fazer algo levo logo com um não.
Eu organizei a banda da minha escola sozinha, e estava a frente disso tudo, e estava a ter ensaios da banda para a festa de Natal e a minha mãe fez de tudo para eu não ir aos ensaios só porque não. Depois anda a mostrar a tudo e a todos os vídeos da festa,a gabar se da filha dela fazer isto e aquilo, como se fosse graças a ela quando ela é que põem as barreiras todas contra. E chega mesmo a desvalorizar as coisas a dizer que o que eu faço são apenas hobbies, por exemplo desenhar (já vendi obras minhas e ela disse para cobrar metade do preço a sério só porque é um hobbie).
Não te contei tudo porque era mesmo muita coisa, mas hoje em dia simplesmente já tou farta. Graças a tudo o que eles me fizeram, eu não me sinto em família e muito menos em casa.
Consigo simplesmente apagar qualquer pessoa da minha vida, já não olho para eles da maneira como olhava, para mim eles já não são nada.
E o problema é, eu quero viver a minha vida. Eu quero agora quando acabar os exames ir trabalhar para guardar dinheiro para ir tirar o curso de psicologia na universidade, e a minha mãe não me deixa ir trabalhar. Diz que quer ser ela a pagar e que eu vou e venho todos os fins de semana e que vou continuar a viver com ela e dependente dela. E eu não quero isso, eu quero começar a minha vida.
Eu já tive 7 trabalhos na minha vida toda, já trabalhei desde os meus 15 anos fora da família (para a minha família desde os 10) e tinha dinheiro guardado.
Agora não tenho dinheiro nenhum, porque o meu pai não pagava a pensão de alimentos, e a minha mãe usou o meu dinheiro para por comida na mesa. (Ela usou o dinheiro que eu guardava do trabalho, o das bolsas que recebi e quando era pequena usava o que recebia como prendas).
Não tenho dinheiro nenhum, ainda não tenho carta nem carro, pois o dinheiro que era para isso a minha mãe gastou me o dinheiro e eu não quero que sejam eles a pagar me a universidade. Eu prefiro entrar na universidade daqui a 3 anos e pagar eu e ter a minha independência do que continuar dependente deles economicamente.
O problema é, a minha mãe esta outra vez com um esgotamento, e o meu pai também está muito mal com a depressão dele e anda a tentar comprar me para me voltar a ter. Basicamente eles andam me a prender mais e mais a eles.
E eu sei que se eu simplesmente ignorar tudo e todos, ignorar o assunto e seguir a minha vida e viver finalmente para mim, que eu sofro no primeiro mês mas que aseguir sigo a minha vida e depois de tudo o que me fizeram ao fim de tanto tempo já não vou sofrer mais.
No fim,foi tudo uma mentira enorme e eu fui apanhada no meio sem culpa.
Mas também sei que se eu o fizer, a família vai se toda a baixo.
A minha mãe perde o apoio, o meu irmão vai piorar (ele é igual ao meu pai, mas eu tenho andado a educa ló basicamente e anda a melhorar).
O meu padrasto vai acabar por largar a minha mãe (a relação deles é basicamente dependência amorosa e eu é que tenho andado a apoiar tanto um como outro e tem resolvido as coisas) e os meus avós vão sofrer ao ver a filha deles assim. Do lado do meu pai vao sofrer outra vez de eu me afastar (eles acham que me tem na mão).
Eu ando a pensar em acabar os exames, tirar a carta e fazer alguns dos meus projetos, e depois apartir de setembro preparo o terreno cá em casa para ir trabalho. E se começarem com problemas saio de casa.
Isto tem me chateado imenso a cabeça, tem me complicado imenso porque,quero viver a minha vida mas não queria simplesmente ter que curtar tudo com eles. Queria tentar resolver tudo de forma que desse para não haver tantos problemas.
As vezes ainda penso que sou eu apenas a ser uma adolescente a fazer birra e esqueco. Finjo que o problema sou eu é muito mais fácil de resolver assim, mas a minha saúde mental é muito mais importante e não posso continuar assim.
Sei que é complicado a história,mas turma digam me, sou a babaca por querer viver a minha vida sem problemas e fazer as minhas coisas depois de tudo?
PS: desculpem o tamanho do texto 😅
submitted by claudias05 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.07 10:03 InkableSeven EU NÃO LIGO QUE EU ESTOU NA SUA CASA, VOCÊ TEM QUE ME OBEDECER

Helooooooooooooow, Lubaaaaaaaaaaaaaaa. Sorry, porém empolgada. Enfim, eu tenho uma história de Entlited Parent pra você se estressar comigo.
Pois bem, um pouco de contexto p1: eu tenho 16 anos e sou xadrezista em profissionalização. Eu venci alguns torneios da escola, fiquei em segundo lugar em um regional e estou me preparando para um nacional. Logo, eu tenho muitos xadrezes, certo? É isso que qualquer pessoa pode assumir. Eu tenho xadrezes de madeira, de plástico, vidro, porcelana, pequeno, grande... enfim, muitos. Mas o meu favorito foi um que o meu tio esculpiu pra mim e me deu no meu aniversário de 15 anos, ano passado. Ele é 36x36 de porcelana com peças de vidro fosco e transparente, ou seja, é muito frágil. Mas, por ser lindo, eu e minha mãe combinamos de deixá-lo exposto na sala de estar, na mesa de centro.
Pois bem, um pouco de contexto p2: eu moro num apartamento com as minhas irmãs e a minha mãe e é bem espaçoso. Então, normalmente, a minha família costuma se reunir na minha casa. Natal, semana santa, aniversário, grupo de oração, jantar em família - tudo na minha casa.
E agora, vamos para a história.
No início do ano teve o aniversário de 10 anos do meu primo e, como costumeiramente, nos reunimos na minha casa para um almoço com a família inteira e rir e talz. Nesse dia, eu vi que o meu priminho estava mexendo no meu xadrez que estava no centro e já me deu um frio na espinha porque ele tava apertando muito as minhas peças frágeis. Porém, tudo bem, é criança e era uma "festa" com um monte de gente indo e vindo por aí, então alguém podia mexer nele ou esbarrar nele e talz, então eu organizei tudo e coloquei num armário que tinha na sala bonitinho, guardadinho.
Passa-se alguns minutos a mais, quando eu vejo esse meu mesmo primo tentando pegar esse meu xadrez de uma prateleira que ele claramente não alcançava. E dava para vê-lo claramente na ponta dos pés e tentando puxar ele com a ponta dos dedos, com todas as peças pulando no tabuleiro. Consegue imaginar o negócio que me deu? E, como uma prima paciente, eu simplesmente fui até ele e pedi para que ele não mexesse porque era frágil. Entretanto, parece que eu acionei um sininho, porque instantaneamente a mãe dele veio na minha direção.
Ela perguntou se estava tendo algum problema ali e eu, incisivamente afastando o meu priminho do armário e fechando a porta, falei que estava apenas dizendo que eu não queria que ele mexesse porque era um xadrez que eu simplesmente amava e era muito frágil e foi quando a seguinte conversa rolou:
- Mas qual é o problema? Ele vai ter cuidado. (Ele é uma criança de 10 anos). E, além do mais, é o aniversário dele e ele quer brincar.
- Eu sei, tia, mas é que eu realmente não quero que ninguém mexa nele. E, quer saber, eu vou levá-lo para o meu quarto para não ter problemas.
- O QUE?! Por que?! Você acha que o meu filho iria fazer alguma coisa? Você acha o que? Ele é uma criança bem educada e é o aniversário dele! Ele merece brincar! E, honestamente, se ele quisesse essa merda de xadrez, você deveria dar a ele! (Sem comentários, apenas imagine a minha expressão diante de tal constatação). Você nem sequer comprou um presente para ele!
...muito bem.
- Eh... tia, eu não vou me estender nisso. Eu não vou dar o meu xadrez para ele, ponto.
Eu abri a portinha do armário para pegar o meu amado e querido xadrez e levá-lo para o meu quarto e finalizar aquela discussão, quando ela puxou o estojinho que eu usei para guardar as peças da minha mão. Sabe aquele barulhinho típico de vidro arranhando um no outro? Cada segundo que eu ouvia aquele sonzinho, era uma facada no meu peito. Eu olhei FURIOSA na cara de CÍNICA dela e ela apenas disse:
- Esse jogo é do meu filho agora. Com licença.
E ela pegou o tabuleiro e simplesmente entregou para o filho dele.
Eu respirei profundamente, olhei para a minha mãe que observava a discussão atenta para qualquer coisa que a minha tia pudesse fazer. Eu olhei de volta para a minha tia e peguei o meu xadrez de volta das mãozinhas daquele pirralhinho. Eu olhei de novo para a minha tia e respondi com a maior plenitude que pude pôr na voz:
- Não, não é. Com licença.
Agora imagine uma mulher de 1.70m inchando que nem um baiacu. Foi a impressão que eu tive estar vendo.
- Escuta aqui, garota. É o aniversário do meu filho, ele quer esse xadrez, você não deu presente a ele e agora você está tentando arruinar a festa dele. Fim da discussão. Essa merda agora é do meu filho queira você ou não e fim da discussão.
- Não, não é e tome usar a minha casa como hospedagem presente o suficiente.
- Você precisa de um motivo melhor?! É aniversário do seu primo! Ao invés de você ficar fazendo esse escarcéu, por que você não simplesmente compra outro? Você já tem um monte e é três reais no centro!
Nesse momento, eu juro que eu pense: certo, ela é maluca e deu de discutir. Eu assenti, falei um simples "ok", peguei de volta o meu tabuleiro e tentei me afastar da discussão. Só que ela começou a gritar coisa do tipo:
- BLABLABLA, ANIVERSÁRIO, BLABLABLA, PRESENTE, BLABLABLA, MEU FILHO, BLABLABLA, IDIOTA!
E eu só sei que ela pegou uma das minhas peças do estojinho e gritou: "isso é só a merda de um jogo", apenas para estourá-la no chão.
Cara, subiu uma vontade de chorar e um aperto no coração enquanto ela apenas continuava gritando. Nesse momento, a minha mãe e as outras filhas dela interviram e tentaram enfiar algum juízo na cabeça dessa mulher, enquanto eu simplesmente tentava pegar as minhas outras peças que o capetinha agarrava sem querer me dar. Naquele momento, eu estava em silêncio MUITO magoada por ela ter quebrado uma peça do meu xadrez simplesmente porque eu não queria dar o MEU presente para o filho dela.
E, mano, para qualquer pessoa que possa estar achando isso besteira, tenha conhecimento disso: ano passado, eu só queria ter uma festa de 15 anos, mas a minha mãe não teve como pagar uma pra mim, então ela reuniu a minha família pra uma comemoraçãozinha, mas o meu tio favorito não pôde ir porque ele teve um chamado (ele é militar). No caso, ele não pôde estar comigo, mas ele disse que ia mandar um presente que ele mesmo fez pra mim, junto com uma dedicatória que estava escrita no verso do tabuleiro. Ele literalmente fez aquele presente com as próprias mãos, com o próprio suor. Agora, imagine-me dizendo-o que eu quebrei uma das peças que ele trabalhou tão duro pra fazer.
Eu peguei as minhas peças daquela pirralhinho com um pouco de força demais, então ele foi impulsionado pra frente e bateu o joelho na mesa de centro. Aí a mãe dele começou a trovejar:
- VOCÊ mAcHuCoU O MEU FILHO?!! VAGABUNDA!! BLABLABLABLABLABLABLABLABLABLABLA
E pense numa mulher de 40 e poucos anos descendo o nível com uma adolescente de 16 anos NO MEIO DA REUNIÃO DE FAMÍLIA. A minha mãe entrou na briga e começou a gritar de volta com ela até o momento em que ela simplesmente solta: "com esse tipo de comportamento, eu vejo que eu não quero estar perto de vocês" e puxou os filhos pra fora da minha casa. Antes de ir, uma das filhas dela ainda veio me pedir desculpas pelo dano que a mãe dela causou.
E tivemos que continuar a festa... sem o aniversariante.
Enfim, caso alguém se importe: uns dois meses depois, o meu tio veio aqui em casa (antes da quarentena) e percebeu que uma das peças estava faltando. Eu comecei a chorar e pedir desculpa por ter quebrado uma das peças e expliquei o que aconteceu. Ele, como a pessoa incrível que é, disse que a culpa não foi minha e esculpiu uma peça nova pra mim.
Espero que você tenha se estressado comigo e aproveitado a história. Adoro seu trabalho, menorquetreix.
submitted by InkableSeven to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 06:11 Davizaqui Eu sou babaca por dizer que odeio a minha mãe?

Olá Luba, turma, editores, gatas, e possível convidado. Eu não sei mexer muito bem no Reddit mas tô mandando minha história pra saber a opinião de vocês pois preciso saber o que fazer depois de tanta confusão... E antes de tudo desculpa os erros de português e se alguém tiver alguma confusão pra entender, pois eu vou explicar tudo com detalhes pra ninguém ficar se perguntando como aconteceu algo ou porque aconteceu. Pra começar todo mundo tem que sabe o seguinte pra entender a história mais a frente. Eu sempre morei com meus avós maternos desde o momento em que eu nasci, e com eles ainda moravam duas tias minhas, a minha tia favorita que considero minha mãe e outra que eu também amo demais. Eu não faço a mínima ideia de quem seja meu pai, pois quando minha "mãe" estava grávida da minha pessoa, eles se separaram e minha "mãe" veio pra o nordeste, me teve aqui e me deixou com meus avós, junto com minha irmã de 2 anos que ela deixou também. Obs: ela voltou pra SP quando eu tinha somente 3 meses de acordo com o que me contam, enfim... Eu nunca me dei bem com a minha "mãe" (vou chamar ela de Mals), sempre que a Mals vinha aqui a gente brigava, sem excessões, eu acho que eu não tenho o direito de bater nela, mas eu também acho que ela não tem o direito de falar nada comigo já que não me criou, uma das nossas brigas foi tão intensas que ela chegou quebrar uma vassoura em mim e eu um guarda-chuva nela kkkkk, eu era muito criança, muito infantil, hoje com 19 anos vejo que eu era um babaca mirim lembrando das coisas que eu fazia. Em 2013 a Mals veio buscar minha irmã pois ela tava dando um certo trabalho, estou contando isso pois vai ser importante na frente. Eu fui crescendo, melhorando, me tornei um adolescente bacana, penso isso de acordo com o que os mais velhos falam sobre mim, enfim... Eu comecei a ir em SP todo ano desde 2015 por chamado da Mals durante minhas férias, nada aconteceu durante os 2 primeiros anos, pois eu com 14 já tinha um pouco mais de neurônios, mas já de 2017 em diante nossos desentendimentos voltaram, alguns dos motivos era o meu padrasto (ele já tava com a Mals desde 2008 mais ou menos e eles tiveram uma filha), ela ter virado protestante e permitir demais que a pastora desse opiniões sobre nossa família e principalmente por ela cagar pra família em relação aos irmãos dela, só ia atrás pra pedir dinheiro emprestado. Em 2019 eu fui pra SP com minha avó, a gente ia no final de 2018 mas infelizmente meu avô faleceu em outubro e a gente teve que cancelar a viagem (eu pensei que meu mundo ia acabar, sério, eu nunca imaginei que fosse tão ruim a sensação de perder alguém). Sempre eu e vovó vamos para a casa da Mals pois ela não deixa a gente ir pra casa de nenhum outro irmão dela sendo que são 10 filhos de vovó em SP, e por ser na casa dela que a gente sempre tá os filhos da minha vó tem que ir ver ela, mas ela não gosta, como eu falei, ela tá cagando pra eles, ela falou na frente deles que não vai na casa de ninguém, pra ninguém ir na dela. Mas a gente chegou e tava tudo bem, natal uma maravilha, pois eu e vovó conseguimos sair sem ela encher o saco e fomos pra casa de outra tia minha, aí teve o ano novo e minha avó foi pra casa de outro filho dela e eu fiquei com a Mals, pois por ela ser minha "mãe" eu quis ficar um momento importante ao lado dela, já que sou o único filho dela que ela nunca passou aniversário do lado (o meu no caso). A gente tinha até planos de ir pra onde minha avó tava, mas ela de uma hora pra outra disse que ia pra casa da amiga dela da igreja (as únicas pessoas que ela se importa) e no final de tudo a gente não foi, pois o marido dela disse que não queria e era pra ela ficar em casa. Tudo bem, vimos os fogos na frente de casa e ela já puta, falando que eu era osso e não dava nada certo por conta de eu e do meu padrasto (e eu não tinha dito nada). A gente foi dormir e acordamos as 4 da manhã com uma ligação de uma prima lá falando que o filho mais novo da minha avó tinha sofrido um acidente (ele tava voltando pra casa de moto e outro cara bêbado de moto não viu a lombada, passou muito rápido e acabou batendo no meu tio). A Mals mas o marido foram pra o hospital pois não tinha ninguém pra ficar com meu tio e lá ele tava todo estraçalhado kkkk, com a perna cheia de ferro, um dedo da mão e do pé quebrado, todo arranhado. Aí tudo bem, 10 dias se passaram e meu tio recebeu alta e veio pra casa da Mals, pois era a mais perto do hospital e a que tinha mais espaço. Eu e minha avó que fazia tudo pra ele, a gente que dava banho, levantava quatro horas da madrugada pra dá remédios, só falta a gente da comida na boca mesmo. Ele tinha que voltar no hospital cinco dias depois, e no dia que a gente foi, acordamos 3 da manhã e fomos pra o hospital. Lá deu 4, 5, 6, 7 horas e nada dele ser atendido, mas graças a Deus umas 7:30 chegou a vez dele. Só podia subir 2 pessoas, então foi meu padrasto e o marido da minha tia lá, a que eu considero minha mãe. Eu fiquei em baixo e comecei a passar mal, pois por ter saído às 3 da manhã não deu tempo de comer nada, e eu também não tinha levado dinheiro, tava tonto, via tudo rodando mas dava pra aguentar. Continuei sentado e uma abelha dentro do hospital pra piorar tudo picou minha mão, eu fiquei ainda mais tonto, deu náuseas, minha visão escureceu por uns 5 segundos e eu não conseguia escutar nada, meio que as vozes ficavam abafadas e longe, por tá passando muito mal e por medo de vomitar dentro do hospital fui pra o lado de fora, sentei em um banco e liguei pra minha "mãe" pedindo pra ela mandar mensagem pra meu padrasto vir ficar comigo pois estava com medo de desmaiar ou acontecer outra coisa (eu não tinha o número dele e nem falava com ele, mas nessas situações a gente tem que pensar melhor e parar de ser orgulhoso). O meu padrasto veio, olhou de longe, não falou comigo e voltou pra o hospital, tudo bem, nada aconteceu comigo além da minha mão ter ficado super inchado, voltamos pra casa e segui minha vida. Algumas horas mais tarde meu padrasto está na cozinha, eu vou lá pra beber água e ele coloca uns áudios dele falando "não é pra você acreditar nele, pois ele não passa de um mentiroso, não aconteceu nada, ele tava igual um bicho do mato", eu não entendi nada mas bebi minha água e voltei pra o quarto. Eu fiquei me perguntando pra quem será que ele teria mandado aquilo, eu fiquei pensando se ele falava de mim, mas eu pensei um pouco se tinha feito algo de errado e vi que não, aí tudo bem. A Mals chegou em casa, e o meu padrasto foi trabalhar, e eu ainda pensando sobre aquilo peguei o celular dela pra ver se ele tinha mandado aquilo pra ela falando sobre eu, e pra minha surpresa sim, ela uns 3 áudios de 1 minuto cada me esculachando, eu vi tudo mas não disse nada a Mals, esperei pra ver se ela comentava sobre isso, passou umas 2 horas e ela não me falou nada e eu chamei ela pra perguntar o que significava aquilo, por que ela permitia que ele falasse aquilo de mim sendo que eu não tinha feito nada, mostrei minha mão pra provar da abelha e ela simplesmente falou que ele tinha razão, que eu não prestava pra nada e que eu só servia pra dá trabalho (sendo que quando e tô na casa dela sou eu que lavo, passo, ajudo em tudo), e que se ele quisesse fazer QUALQUER coisa comigo ele podia por que ele era meu padrasto, aí eu não aguentei e soltei tudo o que tava preso em mim durante anos, falei de quando ela parou de falar comigo por eu ter contado que sou bissexual, que a culpa da minha irmã mais velha tá passando por problemas é culpa dela pois ela colocou minha irmã pra fora por conta que ela namora um homem trans (antes da Mals saber que ele era trans, ela amava ele, mas depois que descobriu fala como se o menino fosse responsável por toda a desgraça do mundo), falei das vezes que a minha irmã mais nova me acordava com tapa na cara e eu ia reclamar ela falava que era tudo culpa minha, entre outras coisas, citei essas pois foi as coisas que mais me marcaram. E ela começou a jogar na minha cara que eu era um lixo pois não falava com meu padrasto e nem com meu tio que tinha sofrido acidente (sim, eu não falo com ele, motivos irrelevantes), e eu falei que não falava com meu padrasto pois ele disse um dia que se minha irmã mais velha tivesse passando fome e fosse pedir ajuda a ele, ele não ajudaria, e contei o motivo do meu tio também, e falei que é melhor parar de falar com alguém do que tá falando e prejudicando sua saúde mental, pois ninguém é obrigado a tá se sentindo mal pra agradar os outros, falei que tinha encontrado um tio meu por parte de pai e ele em poucos meses tem sido um tio melhor pra mim do que ela foi de "mãe" em anos. Teve mais bate e boca irrelevantes, mas eu fui pra casa da minha titia, a que me criou lá. Contei tudo e por ela conhecer minha a Mals ficou ao meu lado. Por meu tio ter caído tivemos que cancelar a viagem de volta pra casa pois minha avó queria ficar cuidando dele, cancelamos a uns 1 mês e meio antes. Finalmente estava chegando o dia de eu vir embora, pois não aguentava mais aquele lugar, brigas e problemas. Mas não tinha acabado ainda, pois a minha querida "mãezinha" arrumou uma confusão na hora de eu e vovó irmos pra casa, era pra o marido a Mals ir deixar a gente o aeroporto, mas ele marcou umas tattoo pra fazer (ele trabalha com isso), só que a gente marcou a passagem muito tempo antes pra não ter esse tipo de problema, mas ele marcou essa tattoo e disse que não dava pra ir deixar a gente no aeroporto. Minha linda titia arrumou um carro pra gente, só que minha avó tinha que ir dormir lá, pois era mais fácil pra o homem lá nos pegar, só que do nada a Mals surtou, disse que era o marido dela que ia deixar, que a vovó ia dormir lá e ela não ia sair de lá (isso tudo por mensagem no WhatsApp, por que depois da primeira briga lá a gente não ficou sem se falar, a pastora lá da Mals falou que não era pra gente ficar intrigado), mas eu já tava cansado de tudo, falei que a Mals era um ser desprezível, ela só servia pra dar dor de cabeça, falei que eu fui amaldiçoado por nascer na pior parte da família, por ter crescido sem meu pai e ter uma mãe louca, e ela lá, falando que eu era um escroto e que não era pra eu chamar mais ela de mãe, pois eu não tinha saído dela (tenho essas conversas com áudio no meu whatsapp ainda, não mostro aqui por que não sei como). Eu com maior ódio do mundo falei em alto e bom som que eu odiava ela, pois ela não sabia como é triste ver os meus primos abraçando seu pai e sua mãe e eu praticamente sozinho no mundo (é triste mesmo viu, só quem passa sabe, a sensação ruim de solidão, uma pergunta que não tem resposta: por que eu não sou normal), eu deixei claro que a culpa da nova discussão era dela e que minha vó ia sair de lá sim. Ela saiu e foi pra minha tia e graças a Deus vimos pra casa, e até hoje ela não fala comigo. E diante tudo isso, eu sou um filho babaca por ter falado esse tipo de coisa e por sempre ter afrontado ela? Ou nós dois somos seres humanos horríveis? Vocês acham que eu devo continuar afastado dela pra o bem da minha saúde mental ou eu tento conversar com ela? Por que assim, até hoje eu tenho nojo dela, uma aversão total, acham que tenho que parar com isso? Enfim... Me digam, e desculpa pelo texto enorme. Faltam algumas coisas, mas se eu colocasse vocês levaram 3 dias pra ler.
View Poll
submitted by Davizaqui to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.04 19:34 poxapoxaquepoxa Eu sou a babaca por ter parado de conversar com pessoas que aparentemente não me queriam como amiga?

Olá Luba, editores e turma que está a veler essa história. Me chamem de Scar (sou menina, apesar do apelido vir do vilão de O Rei Leão).
Essa história já é antiga, de quase 2 anos atrás. Sei que deveria virar a página e esquecer, porém por morar em uma cidade extremamente pequena e todos darem atenção apenas pra versão das "vítimas", acabo me sentindo extremamente mal e me perguntando se o que eu fiz foi realmente certo. Perdoe-me por possíveis erros, tentarei resumir o máximo que eu conseguir.
Vamos lá, eu tinha duas amigas de infância (chamaremos elas de Creide e Creuza). Conheci as duas a mais de década e tínhamos uma amizade extremamente suave apesar de uma pequena limitação nos rolês em relação a dinheiro (elas eram burguesinhas e eu a com condição financeira bem instável), elas eram minhas melhores amigas e eu era a melhor amiga delas, éramos os pontos seguros uma das outras, até chegarmos no oitavo ano, onde assumi para amigos e família que eu era pansexual. Minha amizade com as duas continuou apesar de eu sentir que as duas estavam mais distantes depois de eu ter contado que gostava seres humanos e não exclusivamente meninos.
Em 2018, já estávamos no nono ano e no início do ano escolar elas conheceram duas meninas virtualmente (chamaremos de Josefa e Josiane) e fizeram amizade com elas, até aí beleza. Com o passar do tempo, Creide e Creuza já não me davam o pouco de atenção que me davam depois da minha revelação, o tempo que eu tinha com elas pra conversar sobre qualquer coisa, as duas usavam pra conversar sobre Josefa e Josiane e como as duas eram incríveis. Apesar de me sentir incomodada com a atenção que davam pra meninas que nem estavam ali, fiquei numa boa pra tentar permanecer tudo na paz, conhecia Creide e Creuza a bastante tempo para saber que elas falariam que eu estava sendo dramática e que era tudo coisa de minha imaginação.
Do meio do ano pro final, ficou tudo pior, elas mesmo online, postando status no WhatsApp e conversando entre si (inclusive postando as conversas nos status), elas me ignoravam por dias, na escola elas passaram a sentar longe de mim e falar apenas quando era pra pedir alguma coisa (basicamente me tornei a pau mandado delas). Perto do natal elas vieram conversar comigo, me pedir pra mim mudar um pouco meu jeito de ser, pra mim não fazer tanta piada no nosso círculo de amizade e parar de falar que eu era pan. Eu achei super de mal gosto isso mas tentei por alguns dias, não queria perder a amizade delas, eram as únicas que eu confiava pra contar sobre minha vida e desilusões. Quando o nosso novo colégio (no caso o único que tem ensino médio na minha cidade) liberou as listas de chamada de cada sala, a Creide postou a foto da lista com a legenda "Nunca fiquei tão feliz com uma lista", nessa lista meu nome não constava, sendo assim, eu não era da mesma sala do que elas.
Na véspera do ano novo, Creide e Creuza colocou nos status um coisa que os adolescentes da minha cidade faz no final do ano, é basicamente uma "mini biografia" (são perguntinhas simples a ser respondidas, como nome, idade, aniversário, inicial da paquera, em que ano da escola está e essas coisas), no meio dessas perguntas tinha "quem são suas(eus) melhores amigas (os)?", e elas responderam "Creuza/Creide, Josefa, Josiane e ~ensira um nome qualquer~", me senti super mal por eu considerar elas minhas melhoras e únicas amigas e elas não me consideram a melhor amiga delas, então eu mandei um "ué, e eu?" e Creide respondeu com um simples kk. Foi nesse dia que eu parei de correr atrás da amizade das duas e parar de ser uma capacho delas.
2019 começou e eu estava decidida a seguir minha vida, iria aproveitar que não estávamos na mesma sala e parar totalmente de falar com as duas, obviamente eu iria tentar conversar com as duas e colocar as cartas na mesa. Chegou o recreio do primeiro dia de aula (eu estava radiante por que tinha feito uma amiga que apesar de ser de uma sala diferente, fez de tudo pra mim me sentir acolhida pelo círculo de amizade dela), então sai a procura das duas pra nós conversarmos e seguirmos nossos rumos... Não conversei cacete nenhum por que a primeira e última coisa que elas me disseram foi "joga esse lixo fora aqui pra mim." sendo que o lixo não estava a nem 6 passos de onde elas estavam, isso me deixou muito fula da vida.
Okay, até aí beleza. Alguns dias se passaram e minha mãe chegou como uma caninana pra mim, me dando um sermão enorme sobre educação e tals, não entendi nada até que ela me disse que o pai da Creide chegou nela e disse que ela tinha falhado em me educar, que eu era extremamente grossa e que eu tinha magoado a "princesinha" dele por que eu não dava atenção pra ela e que eu já não considerava a amizade que tínhamos. Expliquei meu lado da história pra minha mãe, porém a versão que a Creide contou para o pai é a conhecida por todos da cidade e eu sou conhecida como a falsa, mentirosa e a babaca enquanto elas se tornaram a vítima.
Eu sou realmente a babaca nessa situação? Depois que cortei meus laços com elas, minha vida está as mil maravilhas, sinto que ela foi um pouco mais a frente, porém sempre que alguém toca no assunto como se eu fosse a vilã da história, sinto que minha vida volta 3 passos pra trás depois de ter dado 1 passo pra frente.
submitted by poxapoxaquepoxa to TurmaFeira [link] [comments]


2017.12.12 03:04 subreddit_stats Subreddit Stats: curitiba top posts from 2012-02-22 to 2017-12-08 18:00 PDT

Period: 2115.95 days
Submissions Comments
Total 465 501
Rate (per day) 0.22 0.24
Unique Redditors 63 127
Combined Score 2646 1027

Top Submitters' Top Submissions

  1. 962 points, 182 submissions: chiphead2332
    1. De modelo a defasado: o declínio do sistema de ônibus de Curitiba (15 points, 1 comment)
    2. Richard Stallman, fundador do movimento Software Livre, do Projeto GNU, e da Free Software Foundation, faz palestra em Curitiba dia 2 de junho (12 points, 1 comment)
    3. 5 museus de graça que são pouco conhecidos na capital paranaense (11 points, 0 comments)
    4. Curitiba teve fevereiro mais quente em 14 anos (11 points, 0 comments)
    5. Massa de ar Polar promete trazer frio avassalador para Curitiba nos próximos dias (11 points, 1 comment)
    6. Prefeitura implanta em Curitiba o compartilhamento de bicicletas (11 points, 1 comment)
    7. Bicicletas compartilhadas chegam no 2º semestre em Curitiba (10 points, 2 comments)
    8. Cientista curitibano está entre os cotados para o Nobel de Física (10 points, 0 comments)
    9. Curitiba receberá pela primeira vez festival internacional de divulgação científica (15 a 17 de maio) (10 points, 0 comments)
    10. Curitiba tem uma média de quase seis assaltos a ônibus do transporte público por dia (10 points, 1 comment)
  2. 330 points, 48 submissions: gordori
    1. Google Transit agora mostra os horários dos ônibus em tempo real em Curitiba (15 points, 0 comments)
    2. Número de atropelamentos em Curitiba cai 36,5% em dois anos (13 points, 0 comments)
    3. Pipoteca: conheça história do produto mais conhecido de Curitiba (13 points, 0 comments)
    4. Curitiba e região terão 5 novos shoppings; saiba como está a situação de cada um (12 points, 2 comments)
    5. Histórico da tarifa de ônibus em Curitiba (12 points, 1 comment)
    6. Curitibanos afirmam que o transporte do futuro é o público, mas maioria usa veículo particular (11 points, 1 comment)
    7. Eleições 2016: Qual a sua opinião sobre o Fruet? (11 points, 5 comments)
    8. [Humor] Winston Greca / Rafael Churchill (11 points, 3 comments)
    9. As marcas do paranismo na arquitetura de Curitiba (10 points, 1 comment)
    10. China presenteia Curitiba com escultura semelhante a obra desprezada por sua praça mais famosa (10 points, 0 comments)
  3. 249 points, 42 submissions: Chrono1984
    1. Prefeitura anuncia aumento de passagem de ônibus em Curitiba (4,25, dia 06/02) (14 points, 11 comments)
    2. Rafael Greca é eleito prefeito de Curitiba (13 points, 0 comments)
    3. Linha Verde completa uma década só com metade da obra concluída (11 points, 3 comments)
    4. Dinheiro de fraude em escolas era repassado para a campanha de Beto Richa (10 points, 0 comments)
    5. Beto Richa é governador com menor aprovação do país (8 points, 0 comments)
    6. Demora no atendimento e água caindo pelo teto causam confusão na UPA da CIC (8 points, 0 comments)
    7. Governo do estado descumpriu 72,4% das ressalvas feitas pelo TC em contas de 2013 (8 points, 0 comments)
    8. Massacre de Curitiba é “esquecido” pela Retrospectiva 2015 da Globo (8 points, 1 comment)
    9. Paradas, estaduais do PR suspendem seus vestibulares (8 points, 0 comments)
    10. Veja 12 momentos em que Greca detonou seu “novo aliado” Beto Richa (8 points, 0 comments)
  4. 187 points, 31 submissions: pedrostakeholder
    1. Prefeito Rafael Greca inicia fiscalização e esvazia bares na rua onde mora (11 points, 1 comment)
    2. ATENÇÃO: Curitiba pode ter greve parcial de ônibus nesta segunda-feira (23) (10 points, 3 comments)
    3. Prefeito Rafael Greca é internado com embolia pulmonar (10 points, 2 comments)
    4. Previsão de -4º C. Fim de semana deve ter o dia mais frio do ano no Paraná (10 points, 1 comment)
    5. TC manda prefeitura suspender reajuste da tarifa de ônibus em Curitiba (10 points, 1 comment)
    6. Vereador que dizia "pagar para trabalhar" tentou, mas não se reelegeu em Curitiba (10 points, 0 comments)
    7. Show do Aerosmith em Curitiba é cancelado: como fazer o reembolso do ingresso (9 points, 0 comments)
    8. Prepare-se: motoristas e cobradores decidem estender greve em Curitiba (8 points, 3 comments)
    9. Conta de luz da Copel vai ter desconto de mais de 10% em abril (7 points, 0 comments)
    10. É hoje! “A inesquecível viagem de Natal” estreia no Palácio Avenida (7 points, 0 comments)
  5. 71 points, 8 submissions: frahm9
    1. O Greca brindou o ano novo com Cini (13 points, 3 comments)
    2. A RPC parece um grupo do whatsapp (12 points, 0 comments)
    3. (banhopensamento) O Parracho da RPC é a cara do Jeb Bush (11 points, 3 comments)
    4. A rádio Lumen vai acabar mês que vem (10 points, 1 comment)
    5. Indicação de psiquiatra e/ou psicólogo? (9 points, 1 comment)
    6. Curitiba tá longe de receber uma Olimpíadas, mas pelo menos teve Água Verde (7 points, 0 comments)
    7. Semana do Cinema Polonês no Shopping Agua Verde: cinco filmes com entrada gratuita (5 points, 0 comments)
    8. O dia que a Khaleesi foi pedir ajuda do Rafael Greca (4 points, 1 comment)
  6. 55 points, 8 submissions: koselleck
    1. TIL: Alguns ônibus de Curitiba têm mais de 17 anos mesmo com o limite máximo permitido em contrato de 10 anos. (13 points, 0 comments)
    2. Professor de História é ameaçado por dizer que Lula não deve ser assassinado (10 points, 4 comments)
    3. Greca diz que vai fazer "Lava Jato física" em Curitiba e que metrô é para toupeira (Entrevista para o UOL) (7 points, 2 comments)
    4. Delator diz que encontro para discutir caixa dois reuniu Beto Richa, presidente da Alep e diretor da Seed (6 points, 0 comments)
    5. Orquestra Sinfônica do Paraná abre temporada com novo maestro titular (6 points, 2 comments)
    6. O céu é o limite: Os movimentos do camaleônico ministro da Saúde, Ricardo Barros, para fazer de sua família a nova oligarquia do Paraná (5 points, 0 comments)
    7. Terceira edição do Festival de Ópera do Paraná com apresentações gratuitas (5 points, 0 comments)
    8. Visita à Lapa (3 points, 1 comment)
  7. 49 points, 7 submissions: rpcastilho
    1. Curitiba vista do bairro Alto da XV (15 points, 1 comment)
    2. Fábrica dos "Sonhos Alfa" do carro do sonho é atingida por incêndio (9 points, 1 comment)
    3. se você é gordo/gorda, como faz pra comprar roupas aqui em Curitiba? (7 points, 1 comment)
    4. Moinho Holandês em Castro/PR (6 points, 0 comments)
    5. Ladrões armados roubam loja dentro do ParkShopping Barigui (5 points, 0 comments)
    6. Homem morre ao tentar pegar pinhão em árvore (4 points, 1 comment)
    7. Família Imperial vem a Curitiba (3 points, 1 comment)
  8. 42 points, 6 submissions: mrcapgras
    1. Lumen FM anuncia encerramento das atividades após 12 anos (13 points, 2 comments)
    2. Alguém reconhece da onde é essa vista? (8 points, 3 comments)
    3. A rota cervejeira do, bom e velho, São Francisco (6 points, 2 comments)
    4. Uber confirma chegada a Curitiba (6 points, 2 comments)
    5. Projeto prevê abono na falta de servidor municipal em caso de morte de animal (5 points, 1 comment)
    6. Leprevost: “Vou disputar prefeitura nem que chova canivete” (4 points, 0 comments)
  9. 39 points, 7 submissions: luccwb
    1. Esquema de desvios milionários da UFPR era comandado por três famílias, diz PF (8 points, 1 comment)
    2. Gírias e lugares de Curitiba nos anos 1980 (8 points, 0 comments)
    3. 15 episódios marcantes da história do Paraná (7 points, 0 comments)
    4. Boqueirão: a fazenda que se transformou num dos maiores e o mais populoso bairro de Curitiba (5 points, 0 comments)
    5. Oil Man - O Homem óleo "marvels" (5 points, 3 comments)
    6. Palácio Avenida - Natal 2017 (4 points, 0 comments)
    7. Palácio Avenida Curitiba - ÚLTIMA APRESENTAÇÃO 2016 (2 points, 0 comments)
  10. 32 points, 6 submissions: luiznp
    1. Ligeiramente interessante: Esse gif na front page foi gravado no Palladium (9 points, 0 comments)
    2. Tiroteio na Avenida Marechal Deodoro deixa assaltante ferido (8 points, 1 comment)
    3. Piscina de bolinhas gigante no Shopping Estação atenderá adultos em horário especial (5 points, 1 comment)
    4. Tentaram me assaltar agora há pouco na XV. (5 points, 3 comments)
    5. Water Salute no aeroporto Afonso Pena, para o 1º voo da rota Guarulhos - Curitiba (4 points, 2 comments)
    6. Estimativa da PM: 15 mil nas ruas (1 point, 0 comments)
  11. 27 points, 6 submissions: tarigui
    1. Presidente da FCC, Marcos Cordiolli é detido durante confusão no Centro (6 points, 0 comments)
    2. Dia da Bandeira do Haiti é comemorado em Curitiba (5 points, 1 comment)
    3. Novos parques de Curitiba integram 'projeto verde' na região sul (5 points, 0 comments)
    4. Ratinho lidera disputa a prefeito; 4 opositores ‘embolam’ o 2.º lugar (5 points, 2 comments)
    5. Moeda social eletrônica pode começar a circular em Curitiba (3 points, 0 comments)
    6. Shows de jazz tomam conta do Paço da Liberdade (3 points, 0 comments)
  12. 26 points, 5 submissions: pizzaiolo_
    1. Ouvidoria Municipal de Curitiba recomenda o uso de Software Livre (8 points, 2 comments)
    2. Vaga Desenvolvedor Linux em Curitiba/PR (8 points, 0 comments)
    3. Curitiba lança edital para implantação de sistema de carro elétrico compartilhado (5 points, 0 comments)
    4. Leminski Falando Sobre Graffiti (3 points, 0 comments)
    5. Padre que fugiu da Síria recomeça a vida em Curitiba (2 points, 0 comments)
  13. 23 points, 4 submissions: crszoom
    1. Curitiba entra no terceiro dia com greve de ônibus; siga em tempo realGazeta do Povo (7 points, 4 comments)
    2. Guarda Municipal detém cinco por pichação (7 points, 0 comments)
    3. Novo estádio do Paraná estaciona na mesa do ministro do Planejamento (6 points, 0 comments)
    4. Faça chuva ou tenha Carnaval, professores seguem acampados na Alep (3 points, 0 comments)
  14. 19 points, 2 submissions: drlyons
    1. Máquina de venda automática de guarda-chuva chega a Curitiba (10 points, 0 comments)
    2. whatafuck vendendo hamburguer a 1 real (9 points, 3 comments)
  15. 18 points, 3 submissions: paloboq
    1. 46 bairros de Curitiba e Região Metropolitana ficarão sem água no fim de semana (9 points, 1 comment)
    2. Greca perde a batalha da comunicação para servidores em greve (6 points, 1 comment)
    3. Dono de mansão no Alphaville Curitiba vende tudo a partir de R$ 3 (3 points, 0 comments)
  16. 18 points, 1 submission: zikavirusfromhell
    1. Um destes é o novo prefeito de Curitiba. Consegue distinguir qual deles? (18 points, 0 comments)
  17. 17 points, 2 submissions: zwttrn
    1. Onde vocês gostam de comer aqui? (12 points, 10 comments)
    2. Liga De Basquete Interpraças (5 points, 0 comments)
  18. 15 points, 4 submissions: bags_groove
    1. A polícia covarde do Beto Richa contra os professores e manifestantes - 29/04/15 (6 points, 0 comments)
    2. Cena Paisagem - Lusco Fusco (parte 1) - Sessão ao vivo [Jazz-Rap Curitibano] (4 points, 0 comments)
    3. Novo álbum de Francisco Okabe - "Ah não ser eu toda a gente e toda a parte!" (3 points, 0 comments)
    4. Cena Paisagem - Lusco Fusco (parte 2) - Sessão ao vivo [Jazz-Rap Curitibano] (2 points, 0 comments)
  19. 14 points, 4 submissions: muaddib4
    1. No Paraná, motociclista tem 20 vezes mais chances de morrer em acidentes (6 points, 1 comment)
    2. 9º Festival Aéreo do ACP anunciado! (4 points, 0 comments)
    3. Arma em Nó - Projeto Não Violência - Museu Paranaense - Curitiba - Paraná (3 points, 0 comments)
    4. Segurança pública é assunto para prefeito e não se reduz apenas à Guarda Municipal (1 point, 0 comments)
  20. 14 points, 1 submission: meunovonomedeusuario
    1. Esta senhora vende coisas feitas com anéis de lata de refrigerante na feirinha do Largo e estava vestida com uma "cota de malha" feita desse material (14 points, 1 comment)
  21. 13 points, 2 submissions: tinho666
    1. Jovem com a camisa do Paraná Clube é procurado pela polícia de Nova Jersey (9 points, 1 comment)
    2. Vereador tenta ludibriar eleitores e MP manda alterar o nome do Candidato (4 points, 4 comments)
  22. 13 points, 1 submission: leospricigo
    1. /gazetadopovo (13 points, 3 comments)
  23. 12 points, 1 submission: H_F_G
    1. Assalto no centro (12 points, 7 comments)
  24. 12 points, 1 submission: steingt
    1. Paraná TV starter pack (12 points, 1 comment)
  25. 11 points, 1 submission: Snowyguy
    1. Alunos de Ciências da Computação na UFPR, tenho uma pergunta: (11 points, 14 comments)
  26. 10 points, 8 submissions: GustavoScalzer
    1. Passagem de ônibus em Curitiba sobe e vai para R$ 4,25 (2 points, 0 comments)
    2. Prefeitura de Curitiba será multada por não baixar a passagem do ônibus (2 points, 1 comment)
    3. CURITIBA: Rafael Greca e Ney Leprevost vão para o 2º turno (1 point, 0 comments)
    4. Guardas municipais de Curitiba são detidos monitorando chácara de Rafael Greca (1 point, 0 comments)
    5. Locais de votação no Paraná mudam após ocupação de escolas; veja onde você vai votar (1 point, 0 comments)
    6. Não sabe onde votar? Veja aqui qual é seu local de votação (1 point, 0 comments)
    7. Porto de Paranaguá abre concurso com 28 vagas e salário de R$ 4,5 mil (1 point, 0 comments)
    8. VÍDEO: Ex-prefeito tenta se esconder no forro de casa e é preso pela polícia (1 point, 0 comments)
  27. 10 points, 1 submission: Kawakai
    1. Viajando para Curitiba durante 3 dias, onde ficar? (10 points, 4 comments)
  28. 9 points, 1 submission: Fergobirck
    1. Delivery de comida - Recomendações? (9 points, 3 comments)
  29. 9 points, 1 submission: Madooxlins
    1. Museum ucranian Curitiba-pr (9 points, 0 comments)
  30. 9 points, 1 submission: zedafuinha
    1. Centro: Problemas com tráficos de drogas e usuários de crack (9 points, 9 comments)
  31. 8 points, 3 submissions: gstv86
    1. Após “tratoraço”, manifestantes invadem a Assembleia [Gazeta do Povo] (3 points, 0 comments)
    2. Pesquisa do Procon aponta diferença superior a 70% em produto para a Páscoa (3 points, 1 comment)
    3. Telemarketing de todo o país pode ser bloqueado por clientes do Paraná (2 points, 0 comments)
  32. 8 points, 2 submissions: anselmocaramelo
    1. Assalto no tubo Coronel Dulcídio termina em morte (7 points, 0 comments)
    2. Sempre que ando de metrô em SP penso: Curitiba não está pronta... (1 point, 5 comments)
  33. 8 points, 1 submission: -Chimpzy-
    1. Pretendendo me mudar pra Curitiba e precisando de uma ajuda (8 points, 4 comments)
  34. 8 points, 1 submission: Fer22f
    1. Aviso encontrado sobre a Frente Nacionalista (8 points, 3 comments)
  35. 8 points, 1 submission: GiovaniGuizzo
    1. Redditors do /curitiba, postem suas fotos com o grande Oil Man. (8 points, 3 comments)
  36. 8 points, 1 submission: ProfessorPauloGuina
    1. I was researching the city of Curitiba for my Geography project, found its horrible flag, and redesigned it. : vexillology (8 points, 0 comments)
  37. 8 points, 1 submission: ebaroni83
    1. Adolescente morre esfaqueado dentro de escola ocupada em Curitiba (8 points, 0 comments)
  38. 8 points, 1 submission: hankdraperdasilva
    1. Está funcionando o sistema de compartilhamento de bike? (8 points, 1 comment)
  39. 7 points, 2 submissions: eplehans
    1. Bike-riding downtown Curitiba (4 points, 1 comment)
    2. Any good trails for trail running in or around the Curitiba area? (3 points, 4 comments)
  40. 7 points, 1 submission: anonimou_eu
    1. Violência em Curitiba (7 points, 6 comments)
  41. 7 points, 1 submission: paulora2405
    1. Dicas e fatos sobre Curitiba (7 points, 4 comments)
  42. 7 points, 1 submission: quagliato
    1. Maratona "De Volta Para o Futuro" no dia 21 de Outubro (7 points, 0 comments)

Top Commenters

  1. chiphead2332 (172 points, 85 comments)
  2. gordori (109 points, 46 comments)
  3. meunovonomedeusuario (35 points, 16 comments)
  4. luiznp (35 points, 15 comments)
  5. leonhgomes (33 points, 12 comments)
  6. Chrono1984 (33 points, 10 comments)
  7. koselleck (32 points, 13 comments)
  8. gstv86 (29 points, 15 comments)
  9. TheDemonHauntedWorld (22 points, 10 comments)
  10. MestreShaeke (18 points, 10 comments)
  11. punkcosmonaut (18 points, 5 comments)
  12. zedafuinha (17 points, 6 comments)
  13. ToddIskrovan (12 points, 7 comments)
  14. GiovaniGuizzo (11 points, 7 comments)
  15. cadrina (11 points, 7 comments)
  16. robaco (11 points, 6 comments)
  17. tinho666 (10 points, 7 comments)
  18. zwttrn (10 points, 6 comments)
  19. guedslaitt (10 points, 4 comments)
  20. GilbertoDoPiento (9 points, 6 comments)
  21. Labaporu (9 points, 5 comments)
  22. pedrostakeholder (9 points, 4 comments)
  23. elfuegoqueardetupiel (8 points, 4 comments)
  24. hankdraperdasilva (8 points, 4 comments)
  25. rpcastilho (8 points, 4 comments)
  26. Fergobirck (8 points, 3 comments)
  27. lucvs (8 points, 3 comments)
  28. Lecoruje (7 points, 4 comments)
  29. frahm9 (7 points, 4 comments)
  30. Gobain (7 points, 3 comments)
  31. chibiwarf (7 points, 3 comments)
  32. gsreis (7 points, 3 comments)
  33. sulp13 (7 points, 3 comments)
  34. strogo1010 (6 points, 3 comments)
  35. rockywm (6 points, 2 comments)
  36. Jvrc (6 points, 1 comment)
  37. RafaAff (6 points, 1 comment)
  38. eojnai (6 points, 1 comment)
  39. tarigui (6 points, 1 comment)
  40. anselmocaramelo (5 points, 5 comments)
  41. Fer22f (5 points, 3 comments)
  42. koalabrasil (5 points, 2 comments)
  43. lucassasso (5 points, 2 comments)
  44. MakeitHOT (5 points, 1 comment)
  45. ksye (5 points, 1 comment)
  46. Vitorfg (4 points, 5 comments)
  47. TheSputnik (4 points, 4 comments)
  48. H_F_G (4 points, 3 comments)
  49. Hohgrat (4 points, 2 comments)
  50. aoshiz87 (4 points, 2 comments)

Top Submissions

  1. Um destes é o novo prefeito de Curitiba. Consegue distinguir qual deles? by zikavirusfromhell (18 points, 0 comments)
  2. Curitiba vista do bairro Alto da XV by rpcastilho (15 points, 1 comment)
  3. De modelo a defasado: o declínio do sistema de ônibus de Curitiba by chiphead2332 (15 points, 1 comment)
  4. Google Transit agora mostra os horários dos ônibus em tempo real em Curitiba by gordori (15 points, 0 comments)
  5. Prefeitura anuncia aumento de passagem de ônibus em Curitiba (4,25, dia 06/02) by Chrono1984 (14 points, 11 comments)
  6. Esta senhora vende coisas feitas com anéis de lata de refrigerante na feirinha do Largo e estava vestida com uma "cota de malha" feita desse material by meunovonomedeusuario (14 points, 1 comment)
  7. /gazetadopovo by leospricigo (13 points, 3 comments)
  8. O Greca brindou o ano novo com Cini by frahm9 (13 points, 3 comments)
  9. Lumen FM anuncia encerramento das atividades após 12 anos by mrcapgras (13 points, 2 comments)
  10. Número de atropelamentos em Curitiba cai 36,5% em dois anos by gordori (13 points, 0 comments)

Top Comments

  1. 10 points: Chrono1984's comment in Rafael Greca estuda limitar grafite
  2. 8 points: Chrono1984's comment in Greca diz que vai fazer "Lava Jato física" em Curitiba e que metrô é para toupeira (Entrevista para o UOL)
  3. 8 points: punkcosmonaut's comment in Prefeitura anuncia aumento de passagem de ônibus em Curitiba (4,25, dia 06/02)
  4. 7 points: gordori's comment in Greca faz balanço dos 100 dias de gestão e diz que não quer ser quem 'agrada sindicatos e maltrata o funcionalismo'
  5. 6 points: Jvrc's comment in Manifestantes ameaçam atear fogo na sede do PT em Curitiba
  6. 6 points: RafaAff's comment in Tem um Delivery novo de cerveja gelada em Curitiba... pedi hoje e fiquei surpreso que chegou em 30 minutos! E o preço parece ser bem mais em conta que o Alo Esquenta
  7. 6 points: chiphead2332's comment in Ratinho lidera disputa a prefeito; 4 opositores ‘embolam’ o 2.º lugar
  8. 6 points: chiphead2332's comment in Por que Curitiba ainda não tem um bilhete único?
  9. 6 points: eojnai's comment in Prefeitura anuncia aumento de passagem de ônibus em Curitiba (4,25, dia 06/02)
  10. 6 points: gordori's comment in Histórico da tarifa de ônibus em Curitiba
Generated with BBoe's Subreddit Stats (Donate)
submitted by subreddit_stats to subreddit_stats [link] [comments]


TOP 10 PRA PEDIR DE NATAL #wishlist IDEIAS DE DECORAÇÃO  DECORAR O SEU QUARTO, TRUQUES ... Papai Noel dá dicas de presentes tech para o Natal COMO FAZER UMA CESTA ECONÔMICA PARA DAR DE PRESENTE? - YouTube TRUQUES para ADOLESCENTES de 11, 12, 13 ,14 anos ... 7 TRUQUES INCRÍVEIS PARA ADOLESCENTES #1 - YouTube 10 IDÉIAS INCRÍVEIS DE PRESENTES PRO NATAL  Carol Alves

30 ideias de presentes para jovens - Ideias Presentes

  1. TOP 10 PRA PEDIR DE NATAL #wishlist
  2. IDEIAS DE DECORAÇÃO DECORAR O SEU QUARTO, TRUQUES ...
  3. Papai Noel dá dicas de presentes tech para o Natal
  4. COMO FAZER UMA CESTA ECONÔMICA PARA DAR DE PRESENTE? - YouTube
  5. TRUQUES para ADOLESCENTES de 11, 12, 13 ,14 anos ...
  6. 7 TRUQUES INCRÍVEIS PARA ADOLESCENTES #1 - YouTube
  7. 10 IDÉIAS INCRÍVEIS DE PRESENTES PRO NATAL Carol Alves

----- CANAL DE VLOG: https://www.youtube.com/channel/UCPIXW8X9LRiJHuSk9k11Jpw ONDE ME ENCONTRAR: Instagram: htt... FAÇA SEU PRESENTE, 5 Ideias para Você Fazer e Presentear no Natal - Duration: 11:04. Mesa Pronta 489,356 views. 11:04. 21 TRUQUES DE COZINHA QUE MUDARÁ A SUA VIDA - Duration: 13:06. Dicas para pré adolescentes ! Espero você no meu instagram @MiALMENDRA, lá têm várias fotos de looks, dicas e tutoriais para você se inspirar! 🛍 Minha lojinh... Se você ainda está com dúvida em o que pedir ou dar de natal, vem conferir essa wish list com os melhores presentes para esse Natal! ♥ Tha Froio por todos os lados: Post completo: www ... Papai Noel e o nosso repórter Gustavo Gusmão — disfarçado de rena — falam quais são os melhores gadgets para este Natal, como o iPhone 5s e o Moto X. Quer dar um presente para a namorada(o), dia das mães ou pais, natal, qualquer data comemorativa? Assista o vídeo. CURSOS ONLINE PARA LUCRAR EM CASA OU APERF... 🔴 Inscreva-se nos Truques do Panda: https://www.youtube.com/TruquesDoPanda?sub_confirmation=1 19 ideias DIY para decoração de interiores.. Aprenda formas gen...